Estrada da Liberdade

O pequeno clique que o porta-malas do meu carro fez foi o único som em meio a noite fria de outono. Exceto pelas lufadas do vento, estava tudo muito parado. Assim como a minha vida que encontrava-se em uma inércia viciosa, nesses últimos anos. Eram, definitivamente, os últimos! Em cerca de trinta minutos, separei uma … Continue lendo Estrada da Liberdade

Anúncios

A Luz Do Amanhecer

 Nota da autora: Essa crônica foi inspirada em duas músicas maravilhosas e muito especiais: Shake it Out - Florence and The Machine e Gravity - John Mayer. Aconselho que vejam as letras das músicas  e escutem. Boa leitura! 😉 O ar frio adentrava pela janela do meu quarto. Algo que pensei ser impossível, já que … Continue lendo A Luz Do Amanhecer

Felicidade De Outono

Observava as famílias brincando com suas crianças no parquinho á frente, enquanto escutava o vento tirando as folhas da árvore para dançar. Ficava cada vez mais encantada com a paisagem de outono. As folhas secas que agora preenchiam o chão estavam em um tom amarelado. Faziam um barulho confortável de se escutar quando eram pisadas. … Continue lendo Felicidade De Outono

“É preciso se perder para poder se achar!”

Minha respiração estava ofegante devido a corrida matinal que fazia. Tinha a companhia do jazz em meus fones de ouvido e do vento que fazia de tudo para ser notado, no entanto o sol demonstrava timidez. Corria pelo bairro, tentando fazer com que os problemas corressem também. Estava tão distraída que nem percebi onde me encontrara. … Continue lendo “É preciso se perder para poder se achar!”

Mais Amor, Por Favor!

 Estava andando meio sem direção. Com o que sobrou do meu coração em minhas mãos. Perambulando pela calçada suja, veio em minha mente aquelas palavras, dolorosas como um tiro. Arquejei, passei as mãos em meus cabelos, cocei a barba e fechei os olhos.  Tenho que apagar aquela cena, aquele discurso e essa sensação que está … Continue lendo Mais Amor, Por Favor!

Parar de Correr Contra; Caminhar a Favor da Brisa.

 O barulho das ondas acalmavam a minha alma, o vento bagunçava os meus cabelos, e o sol abastecia as minhas energias. Apesar da bagunça que o vento fez, ele conseguia organizar os meus pensamentos. Meu corpo parecia que estava dançando com a brisa, os meus problemas estavam sendo levados pela maré. Fazia muito tempo que … Continue lendo Parar de Correr Contra; Caminhar a Favor da Brisa.