Mais Amor, Por Favor!

 Estava andando meio sem direção. Com o que sobrou do meu coração em minhas mãos. Perambulando pela calçada suja, veio em minha mente aquelas palavras, dolorosas como um tiro.

Arquejei, passei as mãos em meus cabelos, cocei a barba e fechei os olhos.  Tenho que apagar aquela cena, aquele discurso e essa sensação que está corroendo minha alma. Usei a parede próxima a mim como apoio e respirei fundo. Decidi continuar andando contra o sofrimento.

Quando me esbarrei em um homem que segurava um copo, notei aonde tinha chegado. Estava em um bar velho, com cadeiras e mesas de madeira. Resolvi entrar. Sentei em uma mesa, apoiei a cabeça em minha mão direita, e pensei no que tinha acabado de acontecer comigo.

Estou sozinho e gravemente machucado; meu coração foi torturado e quebrado. Sem reparos…

Um garçom com uma aparência simpática interrompeu meus pensamentos.

— O que o senhor vai querer? — Perguntou com uma voz animada.

No momento eu queria muitas coisas; queria voltar no tempo, preencher lacunas que estão vazias…

Pensei muito e respondi o que eu queria:

— Mais amor, por favor!

O que achou da crônica?

Compartilhe sua opinião nos comentários!

Obrigada<3

Facebook 🌈 Instagram 🌈 Snapchat: leticiamonalisa 🌈

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s